segunda-feira, janeiro 22, 2007


Arpad Szenes, Marie-Hélène, 1930

___

7 comentários:

intruso disse...

como desenho é lindíssimo,
um retrato simples.......

Luísa R. disse...

Lindo e simples...
:)

heitor disse...

A simplicidade e expressividade do traço são admiráveis. Gosto da inclinação do rosto, acentuando os traços aquilinos e os olhos que se percebem tão abertos e interrogativos.

Luísa R. disse...

Heitor,
Sinto que o Arpad Szenes ainda não é tão considerado como deveria ser.
Mas há-de ser :)

pedro disse...

amiga, desenho fantástico!!! gosto tanto ...

pedro disse...

"e, envergonhado, solta timidamente um 'parabéns', que mais uns meses e tangia o segundo aniversário ..."

Luísa R. disse...

O terceiro aniversário, queres tu dizer... :O)
Mas, como mais vale tarde que nunca, obrigada!