domingo, setembro 07, 2008

Drawing a Tension


Gerhard Richter (1932), Passeio de Canoa, 1965, Óleo s/ tela
© Gerhard Richter, 2008











Drawing a Tension
Colecção Deutsche Bank

«De 03/06/2008 a 07/09/2008
10h00 às 18h00
Encerra à segunda-feira
Galeria de Exposições da Sede, Piso 0

Drawing a Tension organiza-se em cinco núcleos, formados por cumplicidades filosóficas e estéticas em diálogo e, por vezes, em tensão entre si. De uma das mais vastas colecções de arte do mundo, serão expostas cerca de 120 obras de, entre outros, Hans Arp, Joseph Beuys, Marcel Broodthaers, Max Ernst, Martin Kippenberger, Blinky Palermo, Sigmar Polke.

Comissário: Jürgen Bock, Director da Escola de Artes Visuais Maumaus
Arquitecto: Marcos Corrales
Consultora: Gertrud Sandqvist»

in http://www.gulbenkian.pt/index.php?object=160&article_id=188


- Galeria de imagens

- Comunicado de Imprensa



Portanto, hoje é o último dia...
Vale a pena ver a exposição.
Daqui a pouco, às 12h, há visita guiada.

___

5 comentários:

Luísa R. disse...

A visita guiada também valeu a pena - por exemplo, pela explicação dada pela Sílvia Almeida sobre a obra do Joseph Beuys.

soledade disse...

Gosto disto, Luísa, sinto o vento da deslocação nas retinas!

Luísa R. disse...

O modo de pintar é, de facto, extraordinário.
Já tinha visto outras pinturas do Gerhard Richter, há uns anos, na exposição do Museu do Chiado e aprende-se sempre muito.

Ver estas exposições são verdadeiras aulas.

Mas, nesta exposição, havia outras obras de outros autores tão boas quanto esta.
Escolhi esta pintura para este post, porque a exposição chamava-se «Drawing a Tension» e, nesta pintura, há um senhor que está de pé no barco a apontar para alguma coisa e imaginei-o a dizer às restantes pessoas: «Drawing! Atention!»
:O)

gustavosampaio disse...

a fonte secou?

quanta pena...

Luísa R. disse...

Gustavo, nada disso. Neste momento, como o tempo é pouco, o gotasdagua está a conta-gotas.
E, de vez em quando, estou no blog ao lado.