sexta-feira, setembro 15, 2006

Há quase um mês que não toco nas tintas.
Está na altura de voltar.


Georges Braque, Woman Seated at an Easel, 1936

___

2 comentários:

claire disse...

Bem sei que somos muitos e todos queremos viver estas pinturas;e por melhor que sejam as reproduções não há como velas ao vivo mas lastimo muito o tempo em que havia uns canapés nos museus .

gotadagua disse...

Sim, por melhores que sejam as reproduções, nunca se comparam às próprias obras.
Ver uma pintura que nos toca profundamente, é uma emoção que nos acompanha pela vida inteira. Não se esquece.

Quanto aos canapés, pois é.
Estes tempos são outros tempos.
Parece que há um convite insistente à fruição rápida e consumista da arte.
Mas deve ser impressão minha...